sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Brasil está entre os cinco países mais populares no Waze

O Brasil está entre os países mais populares do mundo para o aplicativo gratuito de navegação GPS Waze. A cidade de São Paulo tem atualmente 1,5 milhão de usuários ativos mensalmente, segundo dados revelados pela própria companhia em um evento para jornalistas realizado nesta sexta-feira (24/10). O Rio de Janeiro, por contar com uma série de pontos turísticos, também está entre as cidades com mais usuários, somando mais de 500 mil. Há versões do Waze para Android,iOS e Windows Phone.


Waze

Entre os países mais importantes para o Waze há também os Estados Unidos, Reino Unido, França e México. Entretanto, a empresa não revela o número de usuários por país. No mundo, são 50 milhões de usuários ativos.

Los Angeles, Nova York e Jacarta (Indonésia) também figuram no ranking de cidades mais populares. Contudo, o Waze não revelou qual é o município no mundo com mais usuários ativos porque os números mudam mês a mês.  
Grande parte do lucro da empresa vem de anúncios dentro do aplicativo. “Quando decidimos ser uma empresa B to C, com foco no usuário, em vez de ser B to B (com foco em empresas), decidimos que deveríamos oferecer a melhor experiência para o motorista. Um modelo de negócio diferente não nos permitira fazer sempre o melhor para o usuário”, afirmou Julie Mossler, diretora global de comunicação do Waze.
A cidade do Rio é pioneira em um projeto de colaboração do Waze com a prefeitura. Os profissionais do serviço público recebem dados em tempo real sobre o trânsito, enquanto o Waze recebe informações que podem ser agregadas aos seus mapas, como, por exemplo, bloqueios de ruas durante obras ou grandes eventos. Não há relações comerciais para isso para a troca de dados, eles são ofertados gratuitamente.
De acordo com Flávia Sasaki, chefe do programa de transmissão e parcerias corporativas do Waze na América Latina, há negociações para trazer a iniciativa também para São Paulo, mas ainda não há previsão exata. Já as cidades de Vitória, no Espírito Santo e Petrópolis, no Rio, já assinaram um contrato de colaboração e, em breve, devem receber os dados assim como faz o RJ.
O Waze também destacou que faz parcerias com veículos de imprensa brasileiros para fornecer informações sobre trânsito aos brasileiros. Nesse caso, também não há relação monetária entre as companhias. A moeda de troca pelos dados oferecidos pelo Waze é a divulgação da marca, informou Flávia.
Apesar da importância do país ressaltada durante o evento de hoje, o Waze atualmente não tem escritório no Brasil.
A empresa disse também que prepara uma versão do Waze voltada para taxistas, mas ainda não há previsão de lançamento oficial.
Mapas offline – A empresa informou que não tem intenção de oferecer mapas com navegação offline porque seu negócio está baseado na colaboração de usuários que fornecem informações em tempo real. “Mas se você adicionar uma rota e depois desligar a internet do seu aparelho, você pode usar o Waze”, afirmou Julie.
fonte:http://info.abril.com.br/noticias/bitnocarro/2014/10/brasil-esta-entre-os-cinco-paises-mais-populares-no-waze.shtml

domingo, 12 de outubro de 2014

Cabra nasce com rosto humano e criadores são acusados de terem tido relações sexuais com a mãe do animal


Cabra nasceu com rosto humano na Argentina
Cabra nasceu com rosto humano na Argentina Foto: Reprodução/Facebook
Expresso
Tamanho do texto A A A

Uma cabra deu à luz a um filhote com um rosto humano, mas sem vida, em uma fazenda na região de Salta, na Argentina. Após um amigo dos donos da fazenda publicar as fotos em uma rede social, os criadores foram acusados de terem tido algum tipo de relação sexual com a mãe do animal.
Após virar alvo de abusos verbais e acusações de zoofilia por moradores locais, eles tiveram que se esconder.
Apesar das acusações, a mulher do fazendeiro, Olga Villalba disse acreditar que a deformação seja consequência de pesticidas na região.
— O animal já estava morto quando nasceu. Só queremos enterrá-lo o mais rápido possível. Foi claramente uma mutação genética causada pelo uso excessivo de agrotóxicos — explicou.

As informações são do Daily Mail.

domingo, 5 de outubro de 2014

Casal gasta R$ 80 mil em bonecos 'humanos'


O casal acredita que bonecos apimentam a relação
O casal acredita que bonecos apimentam a relação Foto: Reprodução: Facebook/It´s Morning
Expresso
Tamanho do texto A A A
Quando um terceiro elemento surge na relação de um casal, na maioria das vezes, trata-se de um problema. Mas isso não é verdade para Dave Hockey e Shawna Bigelow. O casal americano lida abertamente com mais um integrante, desde que ele seja artificial. Juntos, já compraram cinco bonecos de silicone com aparência humana para a "hora H" e, como buscam sempre modelos bem reais, já gastaram mais de R$ 80 mil. O casal participou do programa de TV This Morning, do ITV Channel, e revelou detalhes do fetiche.
Dave foi o primeiro a comprar uma boneca, que tem até nome - Bianca - e está com ele desde antes do início de namoro. "Antes de conhecer Shawna, adquiri a Bianca, pois ela participou de um filme com Ryan Gosling. Depois, fui fazer um documentário, rodando por várias cidades e sempre a reconheciam", contou o americano. Mas a namorada concordou em não aposentar a boneca e também dividiu com ela a cama. "No primeiro dia que saímos juntos, eu apresentei Bianca à Shawna", disse Dave, que conheceu a esposa em um site de relacionamento. Shawna disse que ficou chocada na época, mas que ficou curiosa e achou divertido, pois poderia experimentar as perucas da boneca.
Quando questionado sobre se achava estranho o hábito, eles fizeram uma comparação: "Algumas pessoas colecionam carros e gastam milhares com novos modelos. Isso é considerado normal". O casal disse que essa é uma maneira divertida de ter um terceira pessoa na relação sem que ninguém fique magoado. E se engana quem acha que os bonecos participam apenas dos momentos mais íntimos. O casal faz tudo com eles, inclusive viajar. Mas eles sempre vão na mala, para tristeza de Dave e, por causa do peso, se locomovem em cadeira de rodas.
E depois comprarem outras três bonecas depois de algum tempo de relação, a americana também quis um boneco para chamar de seu, que apelidou de Terry. "Escolhi tudo, principalmente a cor dos olhos dele", disse a americana na entrevista.

Assim o Rio e o Waze conseguiram organizar o trânsito na visita do Papa

Antes da visita do Papa Francisco em 2013, a cidade fez uma parceria com o aplicativo para monitorar as ruas e desviar o fluxo.


Di-Ann Eisnor na antiga sede do Waze, em Palo Alto

Quando passou a fazer parte do império Google, o Waze só era conhecido entre um grupo de entusiastas. Desde então, o aplicativo criado em Israel melhorou sua interface, mais simples, e sua utilidade.
O passo seguinte foi se transformar em uma ponte de comunicação entre dez prefeituras e os moradores, com intenção de que tanto os governos locais como seus habitantes tenham informação atualizada baseada nas colaborações da comunidade.
Até agora o Waze recebia dados a partir dos celulares de seus usuários. E no caso do Rio de Janeiro, Barcelona, Jacarta, Tel Aviv, San José, Boston, o Estado da Flórida, o de Utah, o Condado de Los Angeles e Nova York, também terão acesso a sensores nas estradas e calendário de eventos, como corridas populares, problemas ou imprevistos meteorológicos.
Di-Ann Eisnor, responsável pelo crescimento do aplicativo, frisa a economia de custos como um dos pontos mais interessantes: “Somos uma plataforma que elimina as camadas supérfluas e de baixo custo. Colocamos para nós mesmos a obrigação de colocar as cidades em contato com seus habitantes”.
A diretora destaca como caso bem sucedido a relação com a cidade do Rio de Janeiro antes da visita do papa Francisco no ano passado. Duas semanas antes de sua chegada, o centro de controle da cidade deu acesso para o Waze ao seu sistema de câmeras distribuído por toda a cidade. Durante um encontro em Nova York, Pedro Junqueira, responsável pelo centro, explicou a experiência: “Colocar sensores e câmeras tem um custo proibitivo. A melhor maneira de controlar a cidade é tendo estas informações”.
Eisnor insiste que querem ampliar a quantidade de cidades e que contam com mais de 80 pedidos: “Não é necessário um grande conhecimento técnico, mas que entendam a importância de gerar uma comunidade. O tráfego é um problema universal”.
O Waze conta com mais de 50 milhões de usuários. Eisnor considera que ainda estão muito longe de seu limite, ainda que tenha preferido não fazer nenhum comentário sobre possíveis alianças com outras empresas dedicadas à gestão do tráfego. Não seria disparatado ao levar em consideração que um dos grandes acionistas do Uber é o próprio Google.
Seu próximo passo é se aprofundar nesse tipo de relação e melhorar o aplicativo: “Queremos medir melhor, saber quanto tempo ajudamos a economizar ou quanto tempo demora do momento em que recebemos uma mensagem até ela chegar para toda a rede”.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Waze lança versão 3.9 com muitas novidades



Com a nova versão, Wazers ajudarão outros usuários a encontrar seu destino com maior facilidade

Waze, o GPS social mais popular do mundo, acaba de lançar a versão 3.9 trazendo uma série de novidades para os motoristas. Até agora as informações na função Local - seja sobre empresas ou residências - traziam o que os mapas, o transito e as informações sobre rotas sabiam, antes de existirem as comunidades do Waze.

    No botão Alertar, clique em Local e tire uma foto, ajudando outros Wazers a identificar o estabelecimento ou a residência.
    Edite e atualize detalhes sobre qualquer local, fazendo com que a informação esteja sempre atualizada. A informação que estiver faltando pode sempre ser adicionada por outros usuários.
    Adicione também informações úteis tais  como estacionamentos e facilidades próximos ao local.

A  tela foi redesenhada contendo todas as informações adicionadas pelos  Wazers garantindo que os usuários estejam indo para o local correto e ajudando-os a reconhecer o seu destino.

Os Wazers também ganharão pontos com cada contribuição fornecida sobre locais. Quanto maior o número de pessoas que contribuírem, melhor será para todos.

Além de Local, esta nova versão traz mais algumas novidades para as pessoas não esquecerem onde estacionaram o carro Pins Automáticos de Estacionamento estarão disponíveis para facilitar a busca.


http://youtu.be/-P2fTw8Z5_U

Sobre o Waze

O Waze é um GPS social, que usa tecnologia móvel, grande quantidade de dados e uma comunidade ativa que contribui para redefinir a forma como os mapas são utilizados hoje em dia. 
Oaplicativo conta com motoristas que trabalham juntos diariamente para enfrentar o trânsito de forma inteligente, economizando tempo e dinheiro.
O aplicativo informa constantemente as rotas mais rápidas baseado em dados obtidos em tempo real. De rotas revistas aos melhores preços de combustíveis e ofertas interessantes de suas marcas favoritas, o Waze é hoje um dos companheiros de viagem mais completos do mercado. Para baixar gratuitamente o Waze app, visite http://www.waze.com.      

Aplicativo Waze adiciona voz do Mickey em homenagem ao Dia das Crianças

O aplicativo de mapas e navegação Waze anunciou nesta quarta-feira (1º) uma nova voz para o GPS do programa: o dublador em português do personagem Mickey Mouse, da Disney, é a mais nova opção para lhe dizer se deve virar à direita em uma rua.
A novidade foi lançada em comemoração ao Dia das Crianças, ficando disponível até o Natal. Para ativar a voz, é necessário fazer um download dentro do aplicativo, nas configurações.
Veja como fazer o processo: