domingo, 23 de março de 2014

Mulher é presa por tentar corta pênis do marido, nos EUA


Lisa Jones Orock tentou cortar o pênis do marido Foto: / Reprodução / Polícia de Pensilvânia
Expresso
Tamanho do texto A A A
Uma mulher foi presa nos EUA acusada de tentar cortar o pênis do marido. A polícia da Pensilvânia encontrou Lisa Jones Orock, de 39 anos, com um estilete na mão durante uma briga com o companheiro, Gerald Lee Orock Jr., de 56 anos.
Ele estava com ferimentos de defesa nos braços e a calça tinha marcas de facadas. A mulher também tinha sinais de agressão. Lisa alega que o marido ia esfaqueá-la. Os oficiais ainda encontraram um saco de maconha na casa. Assim, prendeu os dois.
casal vai responder por posse de drogas, além de agressão e perturbação da ordem. Gerald também recebeu uma ordem de restrição para que ele não chegue perto de Lisa.


sábado, 15 de março de 2014

Britânica descobre que namorado e ex eram a mesma pessoa: a amiga dela


Jessica foi enganada pela amiga
Jessica foi enganada pela amiga Foto: Reprodução / The Sun
Quando Jessica Sayers terminou com o namorado Luke, depois que ele tentou apalpá-la, logo se apaixonou pelo tímido Connor. Ela só não sabia que Luke e Connor eram a mesma pessoa, Gemma Barker - uma amiga dela.
Gemma foi presa há dois dias, condenada a dois anos e meio, por fraude e violência sexual. Ela vivia seis identidades diferentes, além da original. Nesta quarta-feira, Jessica, da cidade de Weybridge, na Inglaterra, resolveu falar sobre o relacionamento com a impostora, que era amiga dela.
- Tudo em Luke e Connor era diferente. Era como se eles fossem pessoas diferentes até no beijo - contou a jovem de 18 anos, em entrevista ao jornal “The Sun” - Ninguém sabe o que é descobrir que a pessoa que você ama e quer passar o resto da sua vida não é real.
Gemma foi presa, condenada a dois anos e meio
Gemma foi presa, condenada a dois anos e meio Foto: Reprodução / The Sun
A inglesa disse que Connor e Luke se vestiam e até falavam de maneiras distintas. Ela sequer desconfiou que os dois eram a mesma pessoa, muito menos que eram Gemma. Jessica só descobriu a farsa quando Connor adormeceu ao lado dela, depois de apalpá-la e beijá-la diversas vezes na cama.
Jessica desconfiou que quem estava dormindo ali era na verdade Aaron - outro personagem de Gemma que dizia ser irmão gêmeo de Connor. A jovem ficou enojada por ter dormido com o suposto irmão do namorado e chegou a tentar o suicídio.
Gemma vivia seis personalidades diferentes
Gemma vivia seis personalidades diferentes Foto: Reprodução / The Sun
Gemma estava caracterizada de Aaron quando foi presa. A polícia só teve certeza de que se tratava de uma garota quando revistaram Gemma, já na delegacia. E só depois da prisão Jessica descobriu a mentira que estava vivendo.
- Eu sei que as pessoas ficam se perguntando como eu não percebi que era ela. Mas Gemma foi muito inteligente, e eu ingênua - desabafou Jessica - Ela queria ser atriz e deveria ter levado o Oscar por isso - ironizou.
Jessica cresceu com Gemma. As duas estudavam na mesma escola, em turmas diferentes. Jessica estudava com com uma outra vítima de Gemma, que não pode ser identificada por ser menor de idade. Além de Connor, Aaron e Luke, Gemma criou outros três personagens. Ela fez perfis falsos em redes sociais e a partir deles enviava mensagens para as vítimas.


Circulação de táxi no corredor de ônibus fica proibida em horário de pico

Porém, taxistas poderão utilizar as faixas exclusivas de seis vias da cidade


Segundo Tatto (dir), a liberação da circulação é possível porque a velocidade dos ônibus está dentro do programado14.03.14


Taxistas não poderão circular nos corredores de ônibus de São Paulo durante o horário de pico, informou a Secretaria Municipal de Transportes nesta sexta-feira (14).

Segundo o secretário Jilmar Tatto, os táxis não poderão utilizar essas pistas das 6h às 9h e das 16h às 20h. Nos demais horários, é permitida a circulação, desde que estejam com passageiros.

A medida, adotada por recomendação do Ministério Público do Estado de São Paulo, entra em vigor na próxima segunda-feira (17). As multas para quem circular nos corredores nos horários proibidos só começarão a ser aplicadas em 14 de abril. Segundo Tatto, esse é o tempo de que a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) precisa para realizar as sinalizações.

Por outro lado, os táxis poderão circular em algumas faixas exclusivas para ônibus (as faixas ficam à direita, enquanto os corredores estão localizados à esquerda). Segundo o secretário Jilmar Tatto, apenas os taxistas com passageiros poderão transitar 24 horas pelas faixas das avenidas Sumaré, Indianópolis, Corifeu de Azevedo, do Corredor Norte-Sul e das marginais Pinheiros e Tietê.
De acordo com Tatto, como essas vias fazem ligações com terminais importantes da cidade, como os aeroportos de Congonhas e Cumbica, o Campo de Marte e o Terminal Rodoviário Jabaquara, a circulação dos táxis foi liberada.
Segundo o secretário, a medida foi possível porque a velocidade dos ônibus está dentro do planejado — 20 km/h — e a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) avaliou que era possível compartilhar a faixa com os táxis.
O secretário informou, ainda, que a medida pode ser tanto estendida para outras vias como revogada, caso não seja observado fluxo alto de táxis nesses locais.

— Estamos analisando atentamente a situação dos táxis e vamos monitorar a circulação. Se necessário, vamos restringi-la para priorizar o transporte coletivo. 

O promotor de Habitação e Urbanismo Maurício Ribeiro Lopes enfatizou que as medidas visam a atender os usuários de transporte público, "uma população completamente desarmada de regalias em São Paulo".

sábado, 8 de março de 2014

Grupo faz casacos de tricô para pinguins doentes, na Austrália


Pinquins ganharam casaquinhos para proteção contra óleo no mar
Pinquins ganharam casaquinhos para proteção contra óleo no mar Foto: Divulgação / Penguin Foundation
Expresso
Tamanho do texto A A A
Um grupo de ativistas está convidando simpatizantes para tricotarem casacos de lãs para pinguins doentes, na Austrália. A fundação Phillip Island’s Penguin ajuda animais que foram afetados por derramamentos de óleo ou vazamentos similares de barcos de pesca.
"Há muita criatividade escondida lá fora", explicou Lyn Blom, um empregado da fundação.
O casaco mantém o pinguim quente e tenta impedir que o óleo contamine os animais. Essa substância danifica o sistema de impermeabilidade do pinguim, e ele acaba procurando a costa. Para quem quiser mandar uma peça, a fundação criou um guia padrão para tricô à mão.


segunda-feira, 3 de março de 2014

Usada como prostituta, fêmea de orangotango é salva na Indonésia


O antes e depois de Pony, escrava sexual na Indonésia
O antes e depois de Pony, escrava sexual na Indonésia Foto: Reprodução / “Jornal de Notícias”

Escrava sexual, uma orangotango fêmea foi salva pela Associação Protetora dos Orangotangos, na vila de Borneo Apes na Indonésia. Pony foi encontrada com o pelo raspado e cheia de picadas de mosquito, numa casa de saliência. Maltratada, ela estava presa por uma corrente de aço a uma parede e deitada num colchão todo manchado. Segundo o "Jornal de Notícias", Pony era a preferida dos homens que frequentavam o local, em busca de sexo.
Há um ano, a associação tentava resgatar a fêmea. Considerada a “galinha dos ovos de ouro”, ela tinha segurança forte. Sempre que alguém tentava salvá-la, sofria ameaças com armas.
A associação conseguiu arrecadar dinheiro suficiente para pedir ajuda a 35 policiais e contratar homens armados com fuzil Ak 47, para, enfim, convencerem a “dona” de Pony e os homens da vila a deixarem a orangotango ir embora.